Almanaque

Consumo e organização, como lidar?

Publicado em Tags , ,

Foto por Amanda Vick via Unsplash

Organização de casa virou tendência e você provavelmente conhece ou sabe alguém que dá consultoria de como deixar seu espaço mais arrumado. Seja os armários, cozinha ou escritório, todo espaço pode ser melhorado! Eu já vi até consultoria para organização do celular, em que é ensinado como categorizar aplicativos e o que guardar nos aparelhos… Já pensou?

Acredito que o método de arrumação da Marie Kondo seja o mais conhecido e o processo é bem interessante, pois te faz perceber a relação que você tem com os seus pertences. O processo sugere o desapego e o não acúmulo das coisas, assim você conserva somente aquilo que te traz alegria. Tudo o que você se desfaz, você deve agradecer ao objeto pela utilidade na sua vida e então doar, reciclar ou colocar no lixo.

O princípio de ter somente coisas que te dão alegria deveria ser trazido para o ato da compra porém, e não para o momento de descarte dos itens, como sabiamente comentou o professor e neurocientista Alvaro Machado Dias. O processo de compra é a etapa mais importante pra evitar o acúmulo de coisas e eu, que estou realizando uma terceira mudança internacional, sempre aplico esse princípio quando estou em uma loja. Deixo abaixo, então, dicas de como agir para evitar impulsos.

Primeiramente, repense se você realmente precisa o que vai comprar. Caso precise, quanto tempo esse item vai ficar na sua vida? 1 dia, 1 mês, 1 ano, 10 anos? Qual vai ser o uso desse item? O objeto tem outra utilidade além do que você pretende usar? E quando você não quiser mais o item, o que você vai fazer com ele? Se vai doar, quais são as opções? É fácil de reciclar? E se danificar, tem como consertar? E se você se mudar, vai conseguir levar esse item com você?

Não se preocupe com a quantidade de perguntas, tudo acontece num momento bem rápido. Esse é um exercício poderoso e que pode te ajudar muito a acumular menos e ter mais consciência do que coloca em casa. Pratique mais e compre menos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *